Gestão ambiental participativa apresentada aos municípios

Com objetivo de fortalecer a gestão ambiental participativa, a Secretaria Estadual do Ambiente (SEA) e o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) promoveram o seminário de Apoio à Gestão Ambiental Municipal, na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN). Na ocasião foram apresentadas ações ambientais do governo do Estado-RJ para prefeitos e secretários de Meio Ambiente dos 92 municípios fluminenses, com intuito de contribuir para a interação entre os governos do Rio de Janeiro, que é o Estado que mais recebe investimentos no país e o que menos desmata a Mata Atlântica, nas palavras do secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc.

Sobre os recursos do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (FECAM), a presidente do INEA, Marilene Ramos, lembrou a importância da gestão participativa e a descentralização do licenciamento ambiental para o desenvolvimento dos municípios, como também da criação e fiscalização de unidades de conservação, que possuem investimentos na ordem de R$ 200 milhões. Já o Pacto pelo Saneamento, líder de investimentos da SEA, foi apresentado pelo subsecretário executivo, Luiz Firmino, que inclusive ressaltou os R$ 400mil já liberados para saneamento básico e a meta de chegar a 80% de tratamento das águas e esgoto no Estado até 2018. Com prazo bem menor, os lixões serão banidos até 2014, pontuou Firmino.

 

Comments are closed.