Plenária das ONGs se reúne na sede do CILSJ

Investimentos da concessionária Prolagos para a captação de esgoto na vala do aeroporto serão viabilizados, assim como o início das obras de Águas de Jutunaíba na Bacia Novo Horizonte. Chico Pescador, da UEPA, e Arnaldo Villa Nova da ONG Viva Lagoa identificaram a necessidade de captar esgoto também na Vila do Sol. A questão do esgotamento sanitário em Arraial do Cabo foi levada ao Ministério Público e aguarda solução. Também foi identificado o problema das captações da praia no Centro de Araruama. Será investigado a vaza de Jacarepiá, em Saquarema, para avaliação de impacto das águas doces na Lagoa de Araruama.

Essas questões sobre saneamento foram levantadas na Plenária das ONGs, realizada na sede do Consórcio Intermunicipal Lagos São João, em março, em Araruama. Na reunião, o chefe da APA da Massambaba, professor Luiz Vieira, informou a desativação do Batalhão da Policia Florestal em Praia Seca e sua preocupação com a falta de segurança. A professora Solange Brisson, da UVA/Cabo Frio, fez uma apresentação de estudo das casuarinas, consideradas árvores “invasoras” e concluiu que trazem mais benefícios que malefícios à região.

A educadora Dalva Mansur, do IPEDS, solicitou informação sobre a disponibilidade de verbas para incentivos aos produtores de água. E a pedagoga Layla Garrido falou da audiência pública sobre a dragagem da Lagoa de Saquarema, realizada com a presença do secretário municipal de meio ambiente Gilmar Magalhães e técnicos do INEA, o superintendente Tulio Vagner e o Dr. José Augusto, responsável pela obra.

Comments are closed.