Livros e cartilha recém-lançados tratam do meio ambiente

O jornal Voz das Águas preparou uma seleção de títulos para leitura, dada a grande quantidade de obras com temas ambientais lançadas recentemente. Confira a nossa sessão especial de Leitura, com publicações de ONGs e órgão públicos como o Ministério do Meio Ambiente (MMA), Fundação BB (Banco do Brasil), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Confederação Nacional de Agricultura (CNA), Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), ONG Viva Mar, entre outros.

Cartilha ABC

Cartilha ABCFoi lançado no final de janeiro o Guia de Financiamento da Agricultura de Baixo Carbono, pela Confederação Nacional de Agricultura (CNA). Produzida pelo Projeto Agricultura de Baixo Carbono (ABC), a cartilha será utilizada nas capacitações sobre o Plano ABC nos estados brasileiros. Com informações sobre as práticas agrícolas sustentáveis e regras de financiamento do Programa, a cartilha contou com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Embaixada Britânica. Disponível para download aqui:

Peixes-de-Bico do Atlântico

Peixes de Bico do AtlanticoResultado de 30 anos de pesquisa sobre a vida marinha, a obra Peixes-de-Bico do Atlântico tem a renda destinada à conservação das espécies. São mais de 100 páginas coloridas. Os autores Alberto Amorim, Eduardo Pimenta e Christiana Amorim lançam junto com a obra a Campanha Socioambiental de Preservação dos Peixes-de-Bico. Toda renda do livro é revertida para a iniciativa desenvolvida pela a Ong Vivamar. Solicite o exemplar através do email vivamar@vivamar.org.br. Ou pelo  telefone (11) 5093-8362. Cada unidade sairá no valor de R$ 55,00 com a postagem inclusa. www.vivamar.com.br

Atlas geográfico das zonas costeiras

Atlas geográfico das zonas costeirasFruto do trabalho integrado da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM) e do IBGE, o recém-lançado Atlas Geográfico das Zonas Costeiras e Oceânicas do Brasil reúne informações sobre os recursos do mar, características geológicas, oceanográficas, biológicas e aspectos socioeconômicos do litoral brasileiro. Com um novo conceito da importância do mar para o país, o atlas propicia uma melhor compreensão dos ambientes marinhos e costeiros brasileiros.

Os mapas que compõem o Atlas, elaborados com base em fontes nacionais e internacionais, ressaltam as várias dimensões – física, histórica, demográfica, econômica, social, cultural e natural – que alimentam a projeção geopolítica do Brasil a partir do conhecimento aprofundado das formas de apropriação e uso de seu litoral ao longo do tempo, permitindo uma visão conjunta do mar territorial e da plataforma continental.

A ideia é consolidar uma mentalidade marítima brasileira, ancorada não apenas na convicção da importância do mar e no desenvolvimento de práticas e atitudes que possibilitem sua exploração racional e sustentável; é a consciência da necessidade de sua preservação. O conjunto das informações apresentadas também está disponível na Internet. Espera-se, com o presente Atlas, incentivar os estudantes, pesquisadores, profissionais e demais interessados nos assuntos do mar.

Água e mudanças climáticas

Água e Mudanças ClimáticasA Fundação Banco do Brasil (BB) e o Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva (CEDEFES) lançaram o livro Água e Mudanças Climáticas – Tecnologias Sociais e Ação Comunitária, de Milton Nogueira da Silva, consultor internacional para mudanças climáticas, energia e negociações multilaterais. A publicação debate o acesso à água, as tecnologias sociais e as políticas públicas para manutenção dos recursos ambientais. Disponível para download no site www.fbb.org.br, o livro é um panorama das ações da Fundação BB, pela conservação dos recursos hídricos e mostra como a instituição reaplica as tecnologias sociais que contribuem para o desenvolvimento sustentável das comunidades brasileiras. Segundo o presidente da Fundação, Jorge Streit, a obra contribui para elaboração de políticas públicas que buscam consolidar tecnologias sociais para redução da poluição e é voltada para prefeitos, secretários, gestores públicos, líderes comunitários, cooperativas, associações, consultores e todos que identificam formas de inclusão social baseadas no desenvolvimento sustentável.

O livro indica caminhos para a promoção de melhorias nas comunidades, estratégias de geração de trabalho e renda e desenvolvimento econômico local sem impactos e destruições ao meio ambiente. O Programa Água Brasil, resultado da parceria entre Banco do Brasil, Fundação BB, WWF Brasil e Agência Nacional das Águas (ANA), é um dos destaques. O Programa visa a recuperação de 14 micro bacias hidrográficas e realiza ações de mobilização social em cinco cidades – Rio Branco/AC, Pirenópolis/GO, Natal/RN, Belo Horizonte/MG e Caixas do Sul/RS – com foco na coleta seletiva e na reciclagem de resíduos sólidos. A Fundação BB integra o Conselho Mundial da Água e investe em tecnologias sociais que promovem o protagonismo social e conservação dos recursos hídricos.

Outro destaque do livro é a TS Barraginhas, que retém águas das chuvas para utilização na agricultura familiar, onde cerca de 10 mil unidades já foram reaplicadas pela Fundação BB em todo o país. A Fundação BB também mantém o Projeto São Bartolomeu Vivo, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com o objetivo de recuperar áreas degradadas às margens da Bacia do Rio São Bartolomeu – que abrange o Distrito Federal e o Estado de Goiás. E participa, ainda, do Programa Água para Todos, do Governo Federal, que investirá na instalação de 60 mil cisternas de placas no semiárido brasileiro, possibilitando acesso à água potável para centenas de famílias.

Comments are closed.