Livro revela os indicadores ambientais do Estado do Rio de Janeiro

O Estado do Ambiente – Indicadores Ambientais do Rio de Janeiro – Ano 2010O livro Estado do Ambiente – Indicadores Ambientais do Rio de Janeiro – Ano 2010, foi lançado em novembro de 2011 pela Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) e Instituto Estadual do Ambiente (INEA). A publicação pioneira é um raio-x das condições socioeconômicas e ambientais do Estado, o que possibilita aprimorar o planejamento do desenvolvimento das diversas regiões do estado, tendo como base ações de sustentabilidade. A SEA e o INEA firmaram um convênio com a Petrobras, para transformar o estudo em planos setoriais.

O lançamento do livro foi no Instituto Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio. Na ocasião, o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc ressaltou que a publicação é importante para identificar, por exemplo, áreas deficientes de infraestrutura e de investimentos ou saturadas de complexos industriais. A publicação também identifica, por exemplo, onde o estado pode desenvolver a silvicultura.

Com capa dura e mapas coloridos, o livro tem mais de 30 indicadores e índices adotados/desenvolvidos pela Secretaria de Estado do Ambiente e pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Dividido em 5 etapas, detalha a estrutura da análise, a origem e uniformidade dos dados, trata dos aspectos físico estruturais, da divisão político-administrativa e um pouco da história natural do estado, apresentando os indicadores de pressão, em geral decorrentes das atividades humana, vetores de mudanças do ambiente, além dos indicadores das condições físicas e institucionais do território fluminense. O livro reúne também os esforços efetuados pela SEA e INEA para solucionar ou mitigar os fatores de pressão, responsáveis pelas condições atuais do ambiente, caracterizadas pelos indicadores de estado.

Comments are closed.